Diário de um Percussionista

As vezes eu não acredito nas peças que a vida me prega. Um belo dia, estou no bar,
Por - do - Sol, como toda quinta-feira pede, bebericando a mais gélida cerveja, e um futuro zelador me propõe:

- Neguinho podia fazer uma banda.
eu: pô...
zelador: Qual foi, vamos NESSA!
eu: ( sem opinião própria ) Pô, relaxou. mas eu toco percussão e o rafa tem que
carregar os instrumentos. fechado ?
zelador: Nóix!

Licença poética a parte, um sonho antigo, guardado, quem sabe até esquecido... Sacode a poeira e sai do fundo do baú, tomando a mais improvável forma: a realidade.

Sou obrigado a confessar, pra desencargo de consciência, que estou completamente deslumbrado. Já pensei em largar a futura profissão de engenheiro ou jardineiro, e viver de música ; vender meu carro e gravar um super cd com o Rick Bonadio; até trocar minha mãe em duas tumbadoras.

Tô parecendo criança com brinquedo novo, um brinquedo que eu sempre quis ter e
que se tudo der certo, nunca vai quebrar ou sair de moda.

Percussionista.

2 comentários:

Letícia 27 de março de 2010 10:11  

ahhhh vocês estão tão apaixonados pela musica que da ate um apertinho no coração. Afinal a arte não deixa de ser corda bamba nem pros excepecionais. Mas vocês contam com fatores primordiais pra qualquer musico: apoio, talento, força de vontade e muita torcida.
Que Deus, Ewá e Oxossi tragam muita luz, sucesso e propesridade pra vocês.
Humildade!!!
Vocês estão a caminho do estrelato.
Beijos pros gracinhas!!
:D

Letícia

Faninha 31 de março de 2010 21:26  
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

No som do opala toca :

Sobre este blog

Seguidores