Família.

Estudo violino a mais ou menos 3 anos...
Meu repertório sempre foi estritamente erudito, tirando as músicas que aprendi da tv.. haha Mas hoje quero falar mais sobre a nossa realidade.
Há algum tempo, tive a oportunidade de acompanhar de perto a vida de um músico popular. Não é nada fácil, e um tanto quanto cansativa, shows todas as noites terminando ás 4 da manhã e junto à isso, a responsabilidade de ser autonomo e ter uma vida pra tocar pra frente. Mas ao mesmo tempo que é um caminho cheio de obstáculos, consegue ser uma trajetória incrivelmente gratificante.
Você toca por amor, por paixão ao seu instrumento e ao som que você, (e ele!) agradavelmente levam à quem os escuta. A harmonia é recheada de acordes que fazem os pelos do seu corpo se eriçarem, e pequenos choques de prazer explodirem dentro de você. E a felicidade que você conquista depois de tudo é inexplicável; faz você querer, cada dia mais, "viver disso".
Já fui chamada pra fazer parte de algumas bandas, mas nunca de alguma que me fizesse querer suar a camisa, dispôr de tempo e grana pros ensaios, calejar os dedos de tanto estudar os arranjos, procurar, trabalhar, acordar cedo, me entregar de corpo e alma.
Até que um dia conheci Opala Bege, e tive o imenso prazer de ser convidada pra fazer parte dessa família, e poder fazer tudo isso que citei acima, com um sorriso enorme estampado no rosto.
Vocês, pra mim, são família!
Amo todos (inclusive as opaletsss hahaha), e deixo aqui registrado o meu MUITO OBRIGADA a cada um, de um jeito especial.
Obrigada por estarem comigo na realização de um grande sonho!

Violinista.

1 comentários:

Faninha 4 de abril de 2010 22:10  

Vai, vaai...

Quero um solo de Violiiiiiiinoo'''
k'kkk
@Faniinhaa

Postar um comentário

No som do opala toca :

Sobre este blog

Seguidores